Sejam bem vindos! Luz e Vida.

Quem somos

NOME: Comunidade Católica Obra de Deus


Pelo Direito Diocesano somos uma Associação Privada de Fiéis, reconhecida pela Diocese de Camaçari-Ba. (Decreto 017/2011 de 11.07.2011)


Homens e mulheres, solteiros, casados, clerigos e abertos aos estados de Vida (celibato, ministério ordenado e famílias), vivendo um carisma, uma identidade e uma consagração de Vida para a Evangelização e a formação.


DATA DE FUNDAÇÃO: 29.08.2004


RESPONSAVEIS GERAIS: Pe. Edson Bahia, Sueli Santana e Sandro Luiz Lessa de Araujo.  (Fundador e co-fundadores)


O fundador recebeu o sacramento da ordem em 26/09/2015 na cidade de Simões Filho pelo Bispo Dom João Carlos Petrini.


MEMBROS: Vem do processo de discernimento vocacional e após a aprovação dá-se o Ingresso. Vivem num processo formativo até a Consagração definitiva. São etapas de configuração a Cristo e ao Carisma da Vocação: o aspirantado (01 ano), o Pré-discipulado (01 ano), o Discipulado (02 anos), a Consagração Temporária (03 a 09 anos) e as Promessas Definitivas. Existem duas maneiras de Ser Obra de Deus: Comunidade de Vida – vivendo em uma comunidade a vida fraterna e comunitária e Comunidade de Aliança (Vida Secular) que vivem em suas realidades de trabalho, famílias e estudo e vem a comunidade de Vida para as Formações, Vivencia Comunitária e Fraterna, momentos de oração e Missões.


CARISMA


O carisma da Comunidade Católica Obra de Deus é a manifestação das Obras de Deus pela contemplação e ação com Fraternidade e Misericórdia. Em todas as possíveis ações de Evangelização buscamos resgatar a dignidade de filhos de Deus e promovê-las pela fé à verdadeira Vida em Cristo Jesus num caminho de encontro pessoal com Cristo pelo anúncio e formação.


Palavra de Deus que fundamenta nosso Carisma: Evangelho de São João, capítulo 9 (nove).


ESPIRITUALIDADE:


A espiritualidade da Comunidade Católica Obra de Deus é a de estar sempre diante de Deus, baseada na espiritualidade cristã das primeiras comunidades apostólicas à luz e em torno da Palavra de Deus e do ensinamento da vida e da pessoa de Jesus Cristo, acentuando-se na vida de oração, numa vida fraterna e comunitária, num caminho formativo e missionário. Vivemos uma Regra de Vida (forma de viver a Palavra de Deus concretamente); a oração comunitária e a oração pessoal; a Lectio Divina; o silêncio; o trabalho; o zelo bom; a vida Eucarística, oração dos Salmos, a devoção a Virgem Santíssima, os serviços de Evangelização e formação.


Principais ações: Centro de Evangelização, Centro Mais Vida, Assistência as mulheres, Semanas de Evangelização nas Paróquias, Ministério de Musica para Shows, Formações Bíblicas, Espirituais, humanas e doutrinárias, aconselhamento, Encontros de Jovens e de adultos, Acampamento da Juventude, Encontros mensais da Divina Misericórdia, Evangelização as famílias durante as tardes e noites da semana, auxílio as paróquias em trabalhos com jovens e formação a diversas pastorais, especialmente catequese, liderança, juventude e ministros extraordinários.


Conheça um pouco a vida de nossos PADROEIROS: São Bento e Santa Terezinha do Menino Jesus e da Sagrada Face


Estes nos ajudam a viver o Carisma. Em São Bento encontramos o jeito de viver a fraternidade, a dedicação, a ordem, a união da oração e do trabalho, o zelo e o amor ao irmão, e em Santa Terezinha, a maneira de ser filho de Deus e viver nossa espiritualidade através de um caminho de pequenez, pois tudo é Obra de Deus.



Um pouco sobre São Bento


Bento nasceu em Núrsia, não muito longe de Roma, em 480, seus pais de nobre linhagem, o enviaram para Cidade Eterna, a fim de que se formasse nas ciências liberais, visando uma boa colocação na magistratura. O Império Romano estava esfacelando-se frete à pressão dos invasores bárbaros. O ambiente romano era leviano e frívolo demais para o jovem estudante Bento que, aspirando aos ideias superiores, acabou se desgostando.


Retirou-se às montanha da Úmbria e, imitando o exemplo de outros eremitas, escolheu uma gruta quase inacessível num penhasco chamado Subiaco, afim de entregar-se à oração, à meditação e à ascese cristã. Outro eremita, de vez em quando lhe fazia descer num cesto um pouco de pão para completar a pouca alimentação.Não existiam ainda, na Itália, instituições monásticas, ao contrário do Oriente, onde, onde já havia uma tradição a respeito. Os mosteiros fundados por Santo Honorato e Santo Cassiano um século antes na França eram pouco conhecidos na Itália.


Bento sentiu-se inspirado em fazer a sua experiência eremítica e monástica. Ficou três anos na solidão daquela gruta; sua experiência aos poucos, contagiou outros jovens desejosos de cultivar os valores espirituais. Entre os primeiros discípulos, contam-se São Mauro e São Plácido.


São Bento faleceu em Monte Cassino em 547 no dia 21 de março, com 67 anos de idade. Sua figura histórica agigantou-se cada vez mais, encontrando rápida ressonância na literatura, na arte e sobretudo na vida religiosa consagrada. A Igreja o reconhece como o padroeiro da Europa. Antiga tradição beneditina colocou sua festa no dia 11 de julho com o nome "Patrocínio".



Conhecendo um pouco de Santa Terezinha do Menino Jesus


Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face nasceu em Alençon, na França, em 1873. Filha do relojoeiro Louis Martin e de Zélie Guérin, atualmente Beatos, proclamados pelo Papa Bento XVI, ela abraçou a vida religiosa assim como suas cinco irmãs.


Em 1888, quando tinha quinze anos, Santa Teresinha entrou para o convento das carmelitas de Lisieux, na Normandia, onde já se encontravam duas de suas irmãs. Segundo consta nos escritos sobre sua vida, o sofrimento e as injustiças não a abalaram. Mas acrescentaram a ela a qualidade do sorriso. Assim o (sorriso) definia "não está nos objetos que nos circundam, mas reside no íntimo mais profundo da alma".


Apesar da tristeza, Santa Teresinha era dotada de uma beleza externa e interna que impressionava. Os cabelos loiros e olhos azuis em meio aos traços delicados a tornavam incrivelmente bonita e a sua calma e paz espiritual eram notáveis.


Passou nove anos no Carmelo de Lisieux vivendo a mais intensa fé eclesiástica. Nos últimos dezoito meses de sua doença, Santa Teresa do Menino Jesus passou por difíceis momentos. Morreu em 1897, aos vinte e quatro anos. Estava tão imersa na realidade da vida eclesial que, em 1927, apenas dois anos após ter sido canonizada, foi intitulada padroeira principal das missões e, em 1944, padroeira secundária da França, ao lado de Santa Joana D'Arc. Em 1925, quando foi canonizada, também foi erguida uma grande basílica em sua homenagem em Lisieux. Fato importante de sua vida, com certeza, foi a sua inclinação aos escritos. Em 1895, a jovem foi aconselhada a escrever suas lembranças de infância em um diário que, após a sua morte, acabou resultando no livro História de uma alma, editado muitas vezes e traduzido para vários idiomas. No livro é possível perceber a serenidade de sua alma em várias citações. Em meio ao sofrimento, Teresa escreve "Oh! Sim, tudo me sorrirá aqui na terra"; já debilitada pela tuberculose não rejeitava qualquer sacrifício continuava "a jogar para Jesus flores de pequenos sacrifícios". Ainda e escrevia conforme o convite do evangelho de se fazer pequeno como criança, "Eu havia me oferecido a Jesus Menino como um brinquedo, e lhe havia dito que se servisse de mim não como uma coisa de luxo, que as crianças se contentam em guardar, mas como uma pequena bola sem valor, que ele pudesse jogar na terra, empurrar com os pés, deixar em um canto ou também apertar contra o coração, quando isso lhe agradasse. Numa palavra, queria divertir o Menino Jesus e abandonar-me aos seus caprichos infantis". Todas as demonstrações de fé descritas em seu livro despertaram a atenção de fiéis por todo o mundo e a santa, até então desconhecida, passou a ser admirada por devotos que lhe atribuíram milagres e respostas às orações. Em 1952, uma outra versão de seus manuscritos denominada Autobiografia de uma santa, em inglês, restaurou de forma original o seu livro. Santa Teresinha se tornou um símbolo popular nos tempos modernos, porque defendia que a santidade pode ser alcançada por qualquer pessoa, mesmo que "seja obscura, humilde, sem talento e comum, por meio de pequenos atos e pelo desempenho das obrigações diárias num aperfeiçoado espírito de amor a Deus".


Santa Terezinha do Menino Jesus é Doutora da Igreja e também Padroeira das Missões.


 


Secretaria.obradedeus@hotmail.com


Assessoria Geral: Cleidiane Lima 71 9195 1504


Assessoria Missionaria: Sueli Santana -  9189 0045


Moderador Geraledsonbahia_od@hotmail.com